terça-feira, 24 de fevereiro de 2015

Comunicação Viva - Parte 01

     Uma forma de comunicar é tanto mais viva, quanto mais ela promove interações. Aonde "chegaremos" com as interações é outro fator importante da comunicação, pois se trata de alcançar objetivos.

     A práxis libertária facilita a flexibilização de ideias para criação de meios eficientes de comunicação, ou seja, de comunicação viva. Uma característica comum aos meios criados desta forma é a ludicidade, ou seja, a característica de ser agradável, o que faz com que a interação seja facilitada. Há exemplos deste tipo de comunicação que mostraram bons resultados nos movimentos sociais.

     Uma prática que possibilitou uma boa interação e consequente boa comunicação, foi uma das performances realizada pelos profissionais de Educação do Rio de Janeiro quando estes estavam em greve. O impacto visual foi um fator importante para que as mensagens pudessem ser percebidas pela população.








     É óbvio que existem outras vias para a comunicação, mas os meios lúdicos têm os seus espaços para este objetivo.

     Sabemos que é de máxima importância que a população participe dos movimentos sociais. Sendo assim, se torna necessário que a comunicação seja cada vez mais eficiente, fato esse que fará a população compreender que através da participação direta de cada um de nós é que serão realizadas as transformações que precisamos. Portanto, fica a sugestão para que possamos dar a atenção devida às nossas práticas de comunicação.


Veja o que foi publicado em InterAção Popular Autônoma:

Sobre (informações sobre o site)

Liberdade - Primeira apresentação

Interações organizativas libertárias

Comunicação Viva

1 Comentário:

leila hermes da fonseca disse...

como já dizia o poeta gentileza gera gentileza

Postar um comentário

Seguidores

  ©Template Blogger Elegance by Dicas Blogger.

TOPO